quinta-feira, 14 de abril de 2016

Juiz idealizador do Ficha Limpa se posiciona contra o impeachment

 

O Brasil esclarecido e autoridades sérias deste país, tem plena consciência de que o processo do impeachment é ilegítimo e que caso ele venha prevalecer, o Suprema Corte poderá julgá-lo improcedente.

“Para o juiz maranhense Marlon Jacinto Reis, a melhor solução para o impasse que o país está vivendo é o julgamento da chapa Dilma/Temer, não importando o resultado. Uma opinião que qualquer pessoa de bom senso concorda, porque uma eleição ajudaria a pacificar o país e legitimar o nosso futuro dirigente.

Caso o impeachment e vice-presidente Michel Temer assuma o governo em substituição da presidenta Dilma Rousseff, o Brasil fatalmente mergulhará num caos sem precedente na nossa história, porque ele não terá legitimidade e o apoio do povo brasileiro para promover as reformas necessárias para que as crises que ora paralisam o país sejam superadas.

O PMDB não tem condições morais e éticas para se apresentar como oposição ao governo a atual e caso venha a assumir o governo, não terá o apoio necessário para fazer às reformas mais urgentes.

O PSDB como aliado do PMDB sela a sua sorte a sorte do PMDB que está condenado a ser expurgado da vida nacional. Se no PSDB tivessem pessoas que pensam estrategicamente, esse partido não acompanharia o PMDB nessa sua aventura.  

Em TemPo:

O juiz eleitoral do Maranhão, Dr. Marlon Jacinto Reis numa entrevista concedida ao jornal Folha de S. Paulo, onde opinou sobre o impedimento da presidenta Dilma Rousseff, também se posicionou a favor do juiz Sérgio Moro, do MPF e da Polícia Federal.

O juiz Márlon Reis especializou-se em Sociologia Jurídica e Instituições Políticas pela Universidade de Zaragoza, na Espanha. Foi um dos fundadores, em 2002, do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, do qual é hoje diretor da Secretaria Executiva.
Postar um comentário