domingo, 17 de abril de 2016

Política cínica e com moral de prostíbulo



A elite casca grossa brasileira (aquela que possui bens materiais, mas que é pobre de espírito) e que vive com os seus pés fincados no atraso - vai às ruas hoje, fantasiada de verde e amarelo para manter o seu status quo, que o Partido dos Trabalhadores (PT) não conseguiu destruir em quase 16 anos de governo, por ter se assemelhado aos partidos tradicionais.

Sou contra o impeachment, não porque estou convencido de que os governos do PT mudaram o Brasil para melhor, mas, porque se a presidenta Dilma Rousseff for impedida de permanecer no governo, este país cairá nas mãos de políticos degenerados, viciados e tarados por poder.

Como aceitar sem se revoltar, um governo capitaneado por Cunha, o verdadeiro artífice de desmanche do governo Dilma Rousseff? Cunha que é réu e contra quem já existe um pedido de parte do Procurador-Geral da República (PGR), junto à Suprema Corte, para afastá-lo da presidência da Câmara Federal e do mandato parlamentar.

Um eventual governo do PMDB seria um verdadeiro achincalhe ao povo brasileiro que deseja e sonha com um país decente e livre da imoralidade de políticos safados e patifes, como se referiu ontem da tribuna da Câmara Federal, o deputado federal Silvio Costa (PT do B-PE) aos deputados que respondem a processos e que são useiros e vezeiros em corromper e serem corrompidos e que vão votar pelo impedimento de Dilma.

Eu não tenho o menor respeito por quem defende um impeachment conduzido por um réu e que está sendo investigado pelo Conselho de Ética da casa que preside.

Imorais e indecentes são todos aqueles que compactuam com uma farsa grotesca que vem sendo imposta ao país por Cunha, Temer, Paulo Skaf e pela grande mídia, leia-se: revista VEJA, TV Globo, Globo News, jornal o Globo, G1 e o mercado financeiro.   

A propósito: a maioria dos políticos com mandatos são mais perniciosos ao país do que Fernandinho Beira Mar, Marcola e outros barões do narcotráfico, porque narcotraficantes matam no varejo e os políticos corruptos matam no atacado quando desviam dinheiro público.
Postar um comentário