quarta-feira, 4 de maio de 2016

Meu nome é João...




Quem teve a oportunidade de assistir na televisão em 2002, na campanha presidencial, a esse vídeo de autoria do publicitário Duda Mendonça, deve ter se emocionado e ido até as lagrimas com essa peça publicitária. Uma criação genial de um dos maiores marqueteiros do país e quiçá do mundo. Um depoimento que parecia ser absolutamente sincero. É que o povo brasileiro ávido de mudança e movido pela paixão e pela esperança de ver a cidadania resgatada em nosso país, acreditou piamente numa peça publicitária.

A publicidade que como todo mundo sabe, tem o dom de iludir, enganar e convencer as pessoas incautas e movidas por um forte sentimento de mudança, a acreditar na magia da propaganda.

Milhões de brasileiros se emocionaram com o depoimento de um ator, alguém que estuda e se prepara para convencer a quem o assiste. Podemos dizer sem medo de errar que essa propaganda levou milhões de eleitores a votar em Lula e a se engajar na sua campanha.

Hoje, passados mais de uma década da primeira vitória de Lula, o Brasil inteiro acompanha a tragédia que se abateu sobre um partido que em determinado momento da nossa história recente, representou a esperança na construção de uma verdadeira nação.  Ledo engano!

O PT que chegou ao poder com a sublime missão de livrar este país dos políticos tradicionais (dos coronéis da política), logo nos seus primeiros anos de governo já disse ao que veio, ao resgatar dinossauros da política nacional e a firmar parceria no poder e nos negócios com o PMDB. O PMDB que após usar o PT se transformou no seu algoz.
Postar um comentário