quinta-feira, 23 de junho de 2016

O PT está indo ladeira abaixo


O petista Tarso Genro refletindo
O Partido dos Trabalhadores (PT) está indo ladeira abaixo e continuará ladeira abaixo, até que passe por um processo de refundação, o que implica necessariamente em fazer mea culpa e resgatar práticas políticas que remontam aos seus primeiros passos.

O acabrunhamento do PT é tão evidente, que basta observar o comportamento desse partido neste momento pré-eleitoral, para concluir pela sua fragilidade e falta de liderança.

Tomemos o estado do Piauí, como exemplo, cujo governador é um petista e o PT não consegue apresentar candidatos majoritários nas maiores cidades. Na capital, por exemplo, a cúpula do PT negocia uma coligação com o PTB, que já tem um pré-candidato a prefeito.   

Uma pergunta que não quer calar: Porque um partido que governa o estado e há quase duas décadas governa o país não tem peso político para apresentar candidatos, pelo menos candidaturas próprias na capital e nas grandes cidades do estado? Elementar meu caro Watson, porque acusou o golpe provocado por uma enxurrada de escândalos, como o Mensalão e o Petrolão.  

A propósito, o PT no Piauí pretende se coligar com partidos que votaram pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Isso é incompreensível!
Postar um comentário