segunda-feira, 13 de junho de 2016

Os intocáveis da Nova República



Esses são os poderosos e intocáveis
O julgamento de políticos, deveria seguir uma ordem de prioridades no Supremo Tribunal Federal (STF), porque não se admite que políticos que o deveriam ter o compromisso moral e ético de agirem com retidão e inclinação para obter o bem para o próximo, sejam os primeiros a dar maus exemplos ao país.

O blog do Josias no dia de hoje traz uma matéria muito extensa sobre a morosidade do STF em julgar políticos e cita o caso de uma denúncia protocolada há 1.235 dias, contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) no STF.

Os intocáveis do Brasil são políticos que tem o poder de aprovar o nome de um futuro ministro do STJ e STF e que futuramente irão julgá-los.

Os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá do PMDB, tem uma penca de inquéritos no STF e nunca são julgados, como prova o blogueiro Josias de Souza no seu texto que tem como título:

“Denúncia contra Renan aguarda por um ‘julgamento’ no Supremo há 1.235 dias”.   

Por uma questão de justiça, convém salientar que outros partidos também tem os seus intocáveis. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) é um tucano intocável.

Postar um comentário