sábado, 10 de setembro de 2016

Eduardo Cunha: o homem bomba


Um homem acuado é capaz de cometer qualquer desatino

O deputado federal afastado Eduardo Consentino da Cunha (PMDB-RJ), que será julgado na próxima segunda-feira (12/09) na Câmara Federal ao afirmar que comparecerá a sessão que irá votar sua cassação, pretende com a sua presença nessa casa, constranger deputados que ele ajudou a eleger ao fazer a sua própria defesa.

Como sugere uma matéria publicada nesta semana pela revista Época, Eduardo Cunha poderá ser salvo da cassação pela cúpula do PMDB que teme que esse ex-presidente da Câmara ao se sentir perdido, resolva partir para o tudo ou nada e revele os segredos do PMDB e a trama que levou Michel Temer a assumir a presidência da república ao fazer a sua defesa. O que muita gente não quer pagar para ver.

Como tem muita gente como medo de Cunha, inclusive figurões da Nova Ordem Política brasileira, poderá acontecer nesse julgamento, uma excrecência comparada a que manteve os direitos políticos da ex-presidenta Dilma Rousseff. No Brasil tudo é possível.

A munição de que dispõe Eduardo Cunha para usar contra os seus desafetos, contra aqueles que o jogaram na cova dos leões e contra um governo que ele ajudou a construir é suficiente para implodir o governo Temer. Cunha ao perceber que estará perdido, detonará o governo Temer, os partidos aliados desse governo, enfim, todos aqueles que ele julgar responsáveis pelo seu infortúnio.

Cunha já mandou vários recados ao governo ao comando do seu partido e se nada fizerem pela sua salvação, esse novo governo derreterá. Quem viver verá!

Nesta altura do campeonato, já deve estar em curso uma operação para salvar Cunha da degola. Alguém duvida?
Postar um comentário