domingo, 25 de setembro de 2016

Wellington Dias tenta resistir ao cerco



O que para muitos representa uma aliança absurda, para o governador Wellington Dias, representa uma tentativa de sobrevivência. Me refiro a aliança que o Partido dos Trabalhadores (PT) firmou com o Partido Progressista (PP). O PP a quem é atribuído o principal papel de articulador e coordenador das forças políticas que apearam Dilma e o PT do poder e abortaram o projeto de Lula de voltar ao poder em 2018. Ocorre que o governo de Wellington Dias está sofrendo um cerco de um governo federal que vai tentar de todas as maneiras sufocar e matar por asfixia, qualquer foco de resistência do PT.

Com essa aliança, até para muitos petistas esdruxula, Wellington Dias tenta manter a cabeça fora d`água e ir sobrevivendo a um governo hostil e que pretende riscar o PT do mapa político brasileiro.

Mas esse preço é muito alto e compromete a imagem de partido sério e moralmente irrepreensível do PT. Talvez não compense esse enorme sacrifício. O PT piauiense vendeu o seu corpo e alma ao demônio e o resultado dessa transação é duvidoso. O PT, que diria acabou chafurdando num mar de lama.
Postar um comentário