quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Renan Calheiros: “A melhor defesa é o ataque”



O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que no dia de hoje poderá virar réu no Supremo Tribunal Federal (STF) numa denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2013, acredita piamente na máxima que diz: “A melhor defesa é o ataque”.  

Com base nessa sua convicção, é que o presidente do Senado, Renan Calheiros, vem investindo contra o Poder Judiciário, numa tentativa desesperada para salvar-se.

De acordo com a denúncia, Renan teria usado o lobista de uma empreiteira para pagar pensão a uma filha que teve fora do casamento. O peemedebista também é acusado de ter adulterado documentos para justificar os pagamentos. Renan nega as acusações. O caso foi revelado em 2007.  

O presidente do Senado ao tentar votar a ‘toque de caixa’ na noite de ontem (30//11) o texto-base do projeto de medidas de combate à corrupção, foi derrotado pelos seus pares ao não conseguir aprovar um requerimento de pedido de urgência para votar o texto-base do Projeto de Lei (PL) 4.850/16, que trata das medidas de combate a corrupção, aprovado na Câmara Federal na madrugada de 29/11. 

O senador Renan Calheiros, poderá sofrer mais uma grande derrota no dia de hoje, quando o STF julgará uma denúncia contra ele.  

A sorte de Renan Calheiros começará a mudar a partir do dia de hoje, com o seu julgamento no STF que tudo leva a crer, o transformará em réu. Diz o velho e surrado ditado popular: “Quem com muita pedra bole, uma acabará batendo na sua cabeça".
Postar um comentário