terça-feira, 24 de janeiro de 2017

João Henrique só não será candidato se Temer fracassar



João Henrique anda se movimentando muito pelo interior do estado
O PMDB só não terá candidato à sucessão estadual no estado do Piauí em 2018 se o governo Temer fracassar redondamente. Caso contrário, o PMDB terá candidato e o nome escolhido será o do atual presidente do Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria, o ex-ministro dos Transportes, João Henrique Sousa.
   
As investidas do governador Wellington Dias (PT) sobre o PMDB piauiense é erro estratégico do governador, porque, o PMDB poderá até aceitar participar da base aliada do governo petista, mas só até as vésperas da eleição, para manter os cargos que controla em todo o estado, como por exemplo, a direção do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município de São Raimundo Nonato.
O governador do estado do Piauí vai ser traído em 2018 pelo PMDB, assim como a ex-presidenta Dilma Rousseff foi traída em 2016 por esse mesmo partido que ao perceber que o quarto governo do Partido dos Trabalhadores (PT) vivia os seus estertores sem nenhum constrangimento abandonou Dilma Rousseff à sua própria sorte.
Como o PSDB está sendo esvaziado no Piauí pela política agressiva do Partido Progressista (PP), o que sobrar do PSDB neste estado deverá marchar com o candidato do PMDB em 2018. 
A favor da candidatura de João Henrique Sousa pesa o fato de ele ser amigo particular do presidente da república Michel Temer. E como todo mundo sabe, um presidente da república tem um poder imensurável. Pode até ser que o PP em 2018 apoie o projeto de João Henrique Sousa. Quem viver verá!  
Postar um comentário