domingo, 8 de janeiro de 2017

Se o PCC e o CV se unirem a república cai



É inegável que o poder das organizações criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV) é muito grande. Tão grande que ameaça desestabilizar o país.

Se os massacres ocorridos em Manaus (AM) e Boa Vista(RR), com mais de uma centena de mortos deixou o governo Temer como ‘barata tonta” e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes falando coisas desencontradas, novos massacres em presídios do estado de São Paulo e do estado do Rio de Janeiro, deixarão esse governo numa situação periclitante, para dizer o mínimo.   

Segundo o jornalista Alexandre Hisayasu do jornal O Estado de S. Paulo, no Brasil existem 25 facções criminosas que apoiam o PCC e o CV. Se essas facções resolverem acabar com suas divergências e se unirem em torno de um projeto nacional, vai ser muito difícil o estado oficial controlar o estado paralelo.  

O Brasil, tudo leva a crer caminha para se transformar na Colômbia de Pablo Escobar. Alguém duvida?
Postar um comentário