quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Só resta ao governo federal apelar para as Forças Armadas



A situação da ‘insegurança pública’ no Brasil é de tamanha gravidade, que as policias civis e militares, com milhares efetivos, não conseguem combater o crime organizado. Nesse caso, só convocando as Forças Armadas para entrar na guerra contra criminosos que ameaçam a instabilidade governamental.    

Assim como o governo federal já usou em alguns momentos as Forças Armada, a Polícia Federal e a Força Nacional, quando a situação parecia fora de controle no estado do Rio de Janeiro para pacificar esse estado, o governo Temer deve convocar agora todo o nosso aparato de segurança e mais as Forças Armadas (Exército, Aeronáutica e Marinha) para lutar em todo o país contra o exército da contravenção.

No Brasil, nós estamos vivendo um verdadeiro estado de guerra não convencional, uma guerra particular que mata mais do que as guerras que estão sendo travadas entre as forças sírias e russas contra o Estado Islâmico, a guerra entre judeus e palestinos e outras guerras em redor do mundo.  

Até aqui o exército da contravenção vem vencendo uma guerra contra o estado brasileiro. Se as nossas policias (civil e militar) com milhares de efetivos não conseguem vencer o crime organizado - só apelando para as Forças Armadas.  
Postar um comentário