quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Um ministro para chamar de seu



O presidente da república Michel Temer deve estar comemorando com o seu círculo íntimo, a aprovação pelo Senado, do ex-ministro da Justiça, Alexandre de Moraes para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

O motivo da comemoração do presidente Temer é o fato de ele ter conseguido escolher um nome da cozinha do Palácio do Planalto para suceder ao ex-ministro Teori Zavascki e esse nome ser aprovado pelo Senado. Alexandre Moraes que pelos questionamentos polêmicos feitos por alguns senadores deveria ter desistido de assumir um cargo tão importante.

Na sabatina, Moraes comentou diversos assuntos polêmicos, como a acusação de plagiar obras de Direito e o fato de ter advogado para uma cooperativa acusada de ter ligações com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, assim como os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowsk e Gilmar Mendes vai ser identificado sempre comi um ministro do presidente Michel Temer.

Ele afirmou inúmeras vezes durante sua sabatina que vai ser um ministro independente. É pouco provável, dado o nosso romantismo que faz de cada brasileiro uma pessoa sempre muita grata a quem lhe fez um mimo ou grande favor.

A propósito, motivos para comemorar a aprovação do nome de Alexandre de Moraes para o STF, tem também alguns dos seus ministros e a cúpula do PMDB. Por motivos óbvios.
Postar um comentário