quarta-feira, 17 de maio de 2017

A grande mídia está catapultando João Doria


O que já fez o prefeito da cidade São Paulo, João Doria Júnior em menos de 120 dias de governo na capital paulista, a cidade menos administrável do mundo, para merecer da grande mídia uma atenção tão grande que chega ao exagero, como por exemplo, apontá-lo como candidato a Presidência da república em 2018? Nada que justifique tamanha exposição e exaltação.

O Brasil com o empenho declarado da grande mídia, leia-se, Rede Globo de Televisão e outros grandes grupos de mídia, tenta pavimentar a estrada do prefeito João Doria Junior, um político populista, com algumas características do presidente dos EUA, Donald Trump, que se elegeu com um discurso anti-político e que vem metendo os pés pelas mãos e criando sérios embaraços à nação mais poderosa do mundo. São tantas as estripulias de Trump, que ele corre o sério risco de ter o mesmo destino do presidente Nixon, que diante da possibilidade de sofrer um impeachment, optou por renunciar ao seu mandato. 

Voltando à realidade brasileira, o Brasil, devido a irresponsabilidade da nossa grande mídia, poderá eleger um novo aventureiro como Fernando Collor de Mello, que se elegeu em 1985, com o apoio da grande mídia que hoje vive incensando o atual prefeito da cidade de São Paulo. De tão incensado pela nossa grande imprensa, Collor de Mello chegou a se julgar um super-homem, um super-herói e deu no que deu. O Brasil foi arremessado contra um abismo tão profundo, que hoje passado mais de duas décadas, nós os brasileiros ainda sofremos as consequências de um governo irresponsável e que iniciou o processo de institucionalização da corrupção neste país.

Tudo sugere que João Doria Júnior está sendo preparado pelos grandes veículos de comunicação, para ser o Donald Trump tupiniquim ou um novo Fernando Collor de Mello. Quem viver verá!
Postar um comentário