sexta-feira, 14 de julho de 2017

"A crônica de uma tragédia anunciada "



Só a palavra tragédia, define com propriedade a situação de extrema gravidade que está passando a população da microrregião do município de São Raimundo Nonato, com a escassez de uma água, que embora podre, mesmo assim, ainda é usada pela população pobre desta microrregião, que fica localizada no semiárido piauiense.

Quem caminha pelos arredores da sede do município de São Raimundo Nonato, de repente se depara com uma carcaça de animal, vítima de uma seca atroz, cruel e impiedosa.  

Agora pasmem! Mesmo diante desse quadro de horror, o governo do estado do Piauí, ao invés de envidar esforços no sentido de resolver esse grave problema, que há séculos se repete nesta região do estado do Piauí, ele investe num festival de Opera e folguedos. O que demonstra total insensibilidade desse governador, para com um problema de tamanha gravidade.

O governador que prometeu a construção de uma Adutora de Engate Rápido, capaz de resolver em parte esse grave e trágico problema, esquece o que prometeu e anuncia o racionamento de água numa região que vive em permanente estado de racionamento e de desabastecimento.

Esse anuncio desnecessário, mais parece um desrespeito para com uma população que sofre com o descaso dos seus governantes.

Segundo o Núcleo Estratégico de Gestão do Tribunal de Contas do Estado (TCE), as prefeituras piauienses gastaram em 2017 quase cinco milhões de reais e o estado quase sete milhões com o carnaval. Nos estados pobres e nos países subdesenvolvidos, os governantes investem mais em circo do que em saúde e educação.
Postar um comentário