segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Será uma tragédia para o PT

Eduardo Cunha: um evangélico que segue à máxima que diz que “é dando que se recebe"

Vitória de Eduardo Cunha será uma tragédia para o PT porque esse político fluminense é um verdadeiro carcará e um negociante inveterado.

A presidenta Dilma Rousseff não pode ser derrotada pelo PMDB que está sendo liderado pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) eque disputa a presidência da Câmara Federal. Um dos articuladores da sua campanha, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, que anda com o PT atravessado na garganta, após ter sido derrotado vários vezes no estado da Bahia.  

Ser derrotada por um partido que ocupa a vice-presidência da república, o PMDB de Michel Temer, revelará os nervos expostos da relação PT/PMDB e a fraqueza do governo da presidenta Dilma Rousseff. A revelação de uma fragilidade que dará um ânimo novo ao PSDB, que saiu muito fortalecido das eleições de outubro de 2014.

Uma saída estratégica para o governo federal é dividir o PMDB e fortalecer o novo Partido Liberal (PL), que está sendo organizado pelo ministro das Cidades, Gilbert Kassab, que tem se revelado um grande estrategista político. Com o PMDB dividido e o governo tendo maioria na Câmara Federal, a candidatura de Eduardo Cunha será abortada.

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz 
Postar um comentário