sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Uma vida simples exige muito pouco

A vida simples é um estilo de vida que vem sendo adotado por pessoas que pensam o planeta Terra, como um organismo vivo e que de tão exigido pela sociedade de consumo está sendo exaurido, de modo que os recursos e bens naturais vêm desaparecendo numa velocidade preocupante.

Viver de maneira simples é viver com o pouco, necessário e indispensável para a nossa subsistência, o que dispensa o aumento da produção de bens e serviços - que toda vez que aumentam as suas produções, a Terra é penalizada e sacrificada.   

A vida no interior favorece esse estilo de vida, porque o meio é pouco exigente e o acesso ao que a sociedade moderna classifica como conforto e bem estar não está disponível.

Viver de maneira simples é descartar tudo o que é supérfluo, dispensável e que exige do ser humano um grande esforço para se adquirir e que exaure a natureza.

No campo ou nas cidades de porte pequeno ou médio, o homem leva uma vida num ritmo mais lento o que lhe permite usufruir do que a natureza nos oferece em termos de beleza, simplicidade e calmaria.

Poder respirar o ar puro, olhar o céu e poder vê-lo estrelado; ouvir o cantar dos pássaros no seu ambiente natural valoriza a vida simples e isso nos permite viver sem pesadelos e sem as neuroses que a vida louca dos grandes centros nos impõe.    

Toda vez que eu abro a janela da minha casa pela manhã me deparo com pés de umbuzeiro carregados de frutos. Uma imagem que vale mais do que todos os prazeres artificiais que a vida nos grandes centros nos proporciona.   

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz
Postar um comentário