domingo, 3 de maio de 2015

Renan tenta se salvar do Lava-jato batendo em Dilma



O presidente do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) que consta da lista dos políticos que estão sendo investigados pela Operação Lava-Jato, fustiga o governo da presidenta Dilma Rousseff, como quem pretende que o Palácio do Planalto atue no sentido de livrá-lo do prosseguimento das investigações que estão em curso contra ele.

Renan Calheiros ao apontar as suas baterias contra o governo da presidenta Dilma Rousseff e contra a própria pessoa do chefe do Poder Executivo, o faz querendo galvanizar o apoio popular. O que até aqui tem se revelado um erro estratégico, porque, o PMDB por mais que o senador Renan Calheiros e o deputado federal, Eduardo Cunha tentem transformá-lo em oposição, não conseguirão, porque o vice-presidente da república é o peemedebista Michel Temer que agora acumula o cargo de articulador do governo.

O PMDB tudo indica vai afundar com o governo Dilma Rousseff e o PT. É que o PMDB é corresponsável pela grave crise que o Brasil atravessa. 
Postar um comentário