terça-feira, 19 de maio de 2015

Um aeroporto fantasma cercado de mistérios



Um aeroporto fantasma e cercado de mistérios por todos os lados. Digo isso, porque ninguém consegue ter acesso às obras do Aeroporto de São Raimundo Nonato, que segundo dizem, já está pronto para entrar em operação e só depende agora da homologação da Agência Nacional de Aviação (ANAC), que ninguém sabe por que cargas d água não homologa um aeroporto que já consumiu dezenas de milhões do povo brasileiro e não passa de mais um elefante branco, como existem vários no município de São Raimundo Nonato, assim como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Espaço da Cidadania.

Eu por exemplo já estive várias vezes nesse aeroporto e todas às vezes eu fui barrado por um forte aparato de segurança que parece está evitando que a imprensa tenha acesso a essa obra, para que a verdade seja restabelecida. Ocorre que pelo que me foi dado perceber à distância, ainda tem muita coisa a ser feita no que tange ao seu acabamento.

Qual o nome que receberá esse aeroporto?

Existe um forte movimento no município de São Raimundo Nonato, para que esse aeroporto leve o nome do maior político que São Raimundo Nonato já produziu: Waldemar de Castro Macêdo. Em seguida aparece o nome do general de divisão Erasmo Dias Barreto, o primeiro e quiçá o único sanraimundense a ingressar na Academia Militar de Agulhas (AMAN). A proposito: o município de Canto do Buriti deu o nome de deputado Waldemar de Castro Macêdo a sua Estação Rodoviária.  Uma grande homenagem.
Postar um comentário