sábado, 6 de junho de 2015

Escândalo Padrão FIFA retira de cena o Petrolão


O Brasil que é pródigo em produzir escândalos, deixou temporariamente o noticiário internacional, com a explosão do rumoroso escândalo da FIFA.

O Petrolão que nos últimos meses havia desviado o foco da imprensa nacional do famigerado Mensalão e de outros escândalos de menores proporções, deixou as primeiras páginas do noticiário nacional e internacional, ofuscado que foi pela prisão de sete dirigentes da FIFA na Suíça, incluído o vice-presidente da Confederação Nacional de Futebol (CBF), José Maria Marin.

A Petrobras e o governo da presidenta Dilma Rousseff que a todo o momento estavam nas primeiras páginas dos principais jornais impressos, blogs, sites e televisão, nacionais e internacionais foram deslocados para as páginas de opinião, dando lugar ao escândalo Padrão FIFA. Com isso os dirigentes da maior empresa estatal brasileira e a presidenta Dilma Rousseff passaram a respirar sem o uso de aparelhos.

Com a prisão de um brasileiro na Suíça envolvido no escândalo da FIFA, o Brasil que já era tido pelos europeus e norte-americanos como um país antro da corrupção, ficou numa situação mais delicada e incômoda ainda.

O nosso país para melhorar à sua imagem no exterior, precisa tomar um choque de moralidade, ética e decência.
Postar um comentário