domingo, 14 de junho de 2015

Um lugar longe demais. Um lugar de difícil acesso



Um lugar longe demais, um lugar isolado do mundo. O mundo a que me refiro é o mundo desenvolvido, lá aonde a tecnologia de última geração chega primeiro, até porque é lá que as coisas acontecem, onde tudo se cria, inventa e produz.

O município de São Raimundo Nonato, localizado no estado do Piauí, onde existe o Parque Nacional da Serra da Capivara, um dos maiores destinos turísticos do país, pela sua importância como município que atrai muitas divisas e gera muitos empregos neste estado, deveria receber um tratamento especial de parte dos ministérios do Turismo e da Comunicação, nesta ordem, o que não acontece por incompetência de quem dirige a secretaria de Estado de Turismo do Piauí, que não tem competência para reivindicar e brigar pela melhoria de infraestrutura no campo da comunicação.

O primeiro, no sentido de divulgar o enorme potencial turístico dos municípios de São Raimundo Nonato e Cel. José Dias interna e externamente. E o segundo, no sentido de disponibilizar um sistema de navegação na rede mundial de computadores (Internet), rápido, eficiente e um serviço de telefonia móvel de qualidade pelo menos razoável. O que hoje acontece de maneira sofrível.

O serviço de telefonia móvel, fixa e Internet é tão ruim e de tão difícil acesso neste município, que um usuário leva no mínimo quatro meses para ser atendido no seu pedido de uma ligação nova e da OI Velox (Internet). E o que é pior: o potencial usuário não tem para quem apelar no sentido de agilizar o seu pedido, porque a OI Veloz não tem um escritório local para atendimento ao público. Tudo é feito através do telefone 103.31.

A culpa pelo atraso do serviço ou serviços não é do funcionário terceirizado, mas do comando dessa empresa com sede não sei onde, que atende o seu cliente ou potencial cliente através de um atendente virtual.

O serviço de telefonia prestado por empresas privadas são piores do que os prestados pelas antigas empresas estatais.

Postar um comentário