segunda-feira, 24 de agosto de 2015

O Brasil vive três grandes crises simultaneamente




Quem acompanha o dia a dia da vida nacional, percebe claramente que este país vive três grandes crises simultaneamente: crise moral, política e econômica. Não necessariamente nesta ordem.

De todas elas, a mais grave é a crise moral, porque coloca num mesmo pacote os três poderes da república. Isso quer dizer que todos os poderes estão sob suspeita desfavorável acerca da probidade ou imparcialidade.

Com o julgamento da Ação Penal 470, mais conhecida como Mensalão, o ministro e presidente do STF, Joaquim Barbosa resgatou um pouco da credibilidade do Poder Judiciário e mais recentemente, o juiz Sergio Moro que comanda a Operação Lava Jato, com o seu desempenho altruísta vem ajudando melhorar um pouco a imagem do poder a que pertence.

O Poder Executivo, esse está muito desacreditado e o seu chefe, no caso a presidenta Dilma Rousseff se não se comunicar melhor com a sociedade e não melhorar os índices da economia, para não sucumbir à crise econômica que vem passando como um trator sobre os empregos, talvez não chegue ao final do seu mandato.

De todos os poderes, o pior avaliado pelo povo brasileiro é o Poder Legislativo. Não é à toa que o presidente da Câmara Federal e do Senado constam da lista de políticos que estão sob suspeitas de envolvimentos no rumoroso escândalo da Petrobras.

Diante desse quadro de crise moral, o Poder Executivo e o Poder Legislativo não tem como julgar condenar quem quer que seja.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino
Postar um comentário