quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Os empresários são mais sensatos e pragmáticos




Num momento difícil como este que o país atravessa, se a sensatez e o pragmatismo não funcionarem, o país mergulhará numa crise tão profunda que não sobrará ninguém para contar a história. Os empresários diferentemente dos políticos são racionais e não costumam dar tiros nos seus próprios pés. Em meio à essa grande turbulência que ameaça jogar no chão a aeronave chamada Brasil, os mais representativos empresários deste país fazem um chamamento à razão.  

“É um momento político muito preocupante, não econômico" (Luiza Trajano – presidenta do Magazine Luiza)

“Não se pode tirar um presidente do cargo, porque ele momentaneamente está impopular”, (Roberto Setúbal- presidente do Banco Itaú-Unibanco)

“Os problemas econômicos se resolvem pois são o resultado da matemática de certas variáveis que podem ser consertadas. Mas os problemas políticos não. Eles são de ideias, de ideologia, de postura. É uma energia para provocar calor, e hoje o país precisa de energia para provocar luz”. (Luiz Carlos  Trabuco - presidente do Banco Bradesco)

Um dia antes das manifestações de Roberto Setúbal e Luiz Carlos Trajano, as Federações das Indústrias do Rio de Janeiro e de São Paulo haviam divulgado nota cobrando responsabilidade no mundo político para garantir a estabilidade institucional.


Os políticos criaram essa terrível crise e cabe a eles resolve-la, antes que o Brasil chegue ao fundo do poço.

Siga no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino 
Postar um comentário