sexta-feira, 4 de setembro de 2015

A alienação, por Eduardo Galeano


Os que mandam acreditam que melhor é quem melhor copia. A cultura oficial exalta as virtudes do macaco e do papagaio. A alienação na América Latina: um espetáculo de circo: Importação, impostação: nossas cidades estão cheias de arcos do triunfo, obeliscos e partenons. A Bolívia não tem mar, mas tem almirantes disfarçados de Lord Nelson. Lima não tem chuva, mas tem telhados a duas águas e com calha. Em Manágua, uma das cidades mais quentes do mundo, condenada à fervura perpetua, existem mansões que ostentam soberbas lareiras e nas festas de Somoza as damas da sociedade exibiam estolas de raposa prateada. (Texto extraído do Livro dos Abraços)
Postar um comentário