sábado, 24 de outubro de 2015

“Fica vermelha, cara sem vergonha!”


Pau de galinheiro

Essa frase foi extraída de um quadro de um programa humorístico apresentado por Jô Soares. O personagem falava uma grande mentira e quando o interlocutor se afastava, ele simulava dois tapas no próprio rosto e dizia para si mesmo: fica vermelha, cara sem vergonha!

Esta frase que abre este texto é um bordão usado por um dos personagens do humorista Jô Soares e usada como uma sátira à política nacional, cujos políticos são mais sujos do que pau de galinheiro. Não é à toa que o presidente da Câmara Federal e do Senado, os peemedebistas Eduardo Cunha e Renan Calheiros, podem virar réus no STF devido às sérias denuncias que pesam contra eles; dois políticos que representam a cúpula do PMDB. É óbvio que existem as honrosas exceções, como por exemplo, a vereadora Graça Amorim, eleita pelo  PTB na capital piauiense.

O político brasileiro, via de regra, não se ruboriza, não cora, não tem pudor ao ser pego e vaiado ao aparecer em público, por ter sido flagrado praticando malfeitos. Muitos até se vangloriam por se considerarem espertos.

Siga  no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino 
Postar um comentário