sábado, 24 de outubro de 2015

O prefeito Fernando Haddad está deixando o PT



Alguns políticos que ingressaram no Partido dos Trabalhadores (PT) por conveniência e oportunismo ao perceberem que esse partido caminha para um fim melancólico; antes que esse fim iminente chegue já se mandaram de ‘mala e cuia para outros partidos. É o caso da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e do deputado federal Alessandro Molon (REDE-RJ).

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad se articula para ingressar no partido Rede de Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva e o senador Paulo Paim (PT-RS) já declinou o seu desejo de abandonar o seu atual partido.

Esse processo de desintegração que ameaça implodir o PT, por ele já passaram o PFL, atualmente Partido Democratas (DEM) e o PSDB que ao deixar o poder passou por um processo de desidratação. Não desapareceu e nem mudou de nome, porque é o maior partido de oposição, mas, perdeu muitos parlamentares ao deixar de ser governo.

Quando o barco está prestes a naufragar, quem primeiro percebe são os ratos, que por instinto de sobrevivência abandonam a embarcação.  

Siga  no  Twitter, no Facebook e no Portalaz ao blog Dom Severino 
Postar um comentário