terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Carnaval não deve ser a prioridade do gestor público


O lazer deve constar da agenda de todo governante, mas, a prioridade de qualquer governo deve ser a saúde, a educação e a segurança pública. Nessa ordem de importância.

Os promotores de justiça do estado do Piauí, deveriam seguir o exemplo da Promotora de Justiça Leida Diniz que entende que os prefeitos não devem lançar mão de recursos do município para bancar festas carnavalescas e pré-carnavalescas.

Num momento particularmente difícil da economia brasileira que está obrigando os municípios a atrasarem salários dos servidores é um contra senso, muitos prefeitos gastarem recursos municipais para contratar bandas para animar carnavais. 

Desde o ano de 2013, que a Promotora de Justiça, Leida Diniz vem propondo ação civil pública contra o prefeito Firmino Filho (FF) e o presidente da Fundação Cultural, Monsenhor Chaves, Lázaro José, pela aplicação de recursos públicos municipais em festas carnavalescas.

A rede de saúde municipal de Teresina atravessa um momento muito difícil, com os postos de saúde faltando medicação básica e os hospitais sem condições de atender sua clientela. 
Postar um comentário