quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Dilma não tem que sair em defesa de ninguém



Anda circulando na imprensa do Distrito Federal (DF) uma notícia dando conta que a cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) espera que a presidenta Dilma Rousseff saia em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que foi para o olho do furacão, depois que o juiz federal Sérgio Moro determinou que a Polícia Federal abriu inquérito específico para investigar as obras no sítio de Atibaia, frequentado pelo ex-presidente Lula e sua família.

A presidenta não pode sair em defesa de Lula, porque ela corre o risco de ser atingida por esse imbróglio, caso as denúncias que pesam contra o principal líder do PT venham a se confirmar.

A presidenta Dilma Rousseff como principal mandatária do país, não pode se manifestar sobre assuntos que dizem respeito ao Poder Judiciário, sob pena de seu gesto ser interpretado como uma intervenção  em outro poder. Neste momento, Dilma Rousseff precisa é se dedicar diuturnamente para tirar o país do atoleiro em que se encontra. 

A propósito: até o presente momento Lula nunca saiu em defesa do seu amigo José Dirceu, porque teme se comprometer.
Postar um comentário