segunda-feira, 7 de março de 2016

A reencarnação do rei Midas


Sob os governos petistas, muita gente que antes de chegar ao poder vivia de salário, morava de aluguel, andava de ônibus ou de automóvel na sua versão mais simples, num espaço de 13 anos tiveram uma evolução patrimonial invejável.

Uns enriqueceram dando palestras, outros funcionando como lobistas e alguns como ministros, secretários e diretores de autarquias.

Não há nenhum exagero em afirmar que a maioria dos integrantes da nova classe média brasileira são petistas, ex-petistas ou pessoas que durante todos esses anos gravitam em torno do poder ou dos poderes.

Sob os governos petistas, a corrupção foi institucionalizada no país, para desgraça dos mais pobres e excluídos. É que os pobres não têm quem os defenda. Podbre Brasil!

Postar um comentário