segunda-feira, 9 de maio de 2016

Waldir Maranhão faz história



Algum fundamento aceitável há na decisão do presidente da Câmara Federal, o deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA). Esse fundamento pode ser a condução do processo de impeachment na Câmara, por um deputado que é réu no STF e contra quem existe várias denúncias do PGR na Suprema Corte.

Qualquer que seja a decisão do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, pela continuidade ou não do processo de impeachment, acabará sendo decidido pelo STF.

Esse ato do presidente da Câmara Federal, Waldir Maranhão de anular o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, serve entre outras coisas, para levar o STF a discutir o mérito desse processo, o que coloca sob suspeição a condução da sessão que acolheu o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, por um réu, no caso, o presidente da Câmara Federal afastado, Eduardo Cunha.  
Postar um comentário