domingo, 26 de junho de 2016

Pastorinha - CHICO MARANHÃO



O compositor e cantor Francisco Fuzzetti de Viveiros Filho (Chico Maranhão), tem sua trajetória musical iniciada em 1960 em São Luís do Maranhão, de onde saiu em 63 para cursar a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo. A partir daí destacam-se os seguintes trabalhos:
 

•Participação com seu violão na peça "Morte e Vida Severina" de João Cabral de Mello Neto com música de Chico Buarque, no TUCA (Teatro da Universidade Católica), peça premiada no Festival Internacional de Teatro Amador em Nancy, França;
 

•Participação em 1967 do III Festival de Música Popular Brasileira da TV Record com o frevo "GABRIELA" (defendida por MPB-4, 1967) sendo saudado como revelação classificada em quinto lugar;
 

•No fim deste mesmo ano compõe a música do espetáculo infantil "Quem casa quer casa", encenada no Teatro Leopoldo Froz, em São Paulo.
 

•Na mesma seqüência dos Festivais participa e revela entre outras músicas, "Descampado Verde" (defendida por MPB-4 - IV Festival de MPB, TV Record, 1968) e "Dança da Rosa" (defendida pelo conjunto 004, Traditional Jazz Band e o próprio Maranhão - Festival Internacional da Canção, Sessão São Paulo, 1968);
 

•Lançou 4 discos pelo selo Marcus Pereira Discos: "Maranhão e Renato Teixeira" (disco brinde - 1969), "Maranhão" (1974), "Lances de Agora" (1978) e "Fonte Nova" (1980);
Gomes - Rio de Janeiro, do projeto "Seis e Meia.
 

•No mesmo ano de 95 conclui obra sobre a cultura do Bumba-meu-boi maranhense, uma ópera popular intitulada "ÓPERA BOI - O SONHO DE CATIRINA", com libreto e música de sua autoria encenada no final deste mesmo ano no Teatro Municipal de São Luís, teatro Athur Azevedo.
Postar um comentário