segunda-feira, 27 de junho de 2016

A AGESPISA não sabe administrar recursos e gerenciar pessoas

A AGESPISA não se preocupa com o desperdício de água e nem sabe gerenciar pessoas 

A microrregião de São Raimundo Nonato, localizada no semiárido piauiense, que antes da entrada em operação da Barragem da Onça, sofria horrores (hoje sofre menos) com a falta d`agua, hoje não sofre tanto e poderia sofrer menos ainda se a empresa Água e Esgoto do Piauí S/A (AGESPISA) fosse competente no quesito administração de recursos e gerenciamento de pessoas. 


A incompetência da AGESPISA no município de São Raimundo Nonato e imagina-se em toda sua microrregião, no combate ao desperdício de água é tão grande, que serviços de natureza simples, como reparo de encanação não é prioridade e diante desse desperdício de água motivado por quebras constantes de canos, os moradores apelam para o improviso, como é possível verificar nestas imagens que aparecem no corpo desta matéria.

Em TemPo:  

A imprensa sãoraimundense também não colabora para evitar o desperdício de água, porque os nossos comunicadores sociais preferem passar o tempo todo falando abobrinhas e difundindo cultura inútil ao invés de trabalharem valores, como cidadania e responsabilidade social. 
A imprensa poderia desempenhar um papel muito importante no combate ao desperdício de água, na limpeza urbana e na defesa dos interesses da população em geral.
O povo não colabora com a AGESPISA, Eletrobrás Piauí e o serviço de limpeza urbana, porque não tem consciência do seu papel na sociedade.

Cano quebrado há mais de 15 dias e consertado com pedaço de telha e borracha de pneus

Essa mancha amarela é água acumulada e desperdiçada
Postar um comentário