quinta-feira, 9 de junho de 2016

Um país dominado por oligarcas e oligarquias

Os caciques do RN, Agripino Maia e Henrique Eduardo Alves
O Partido dos Trabalhadores (PT) cometeu dois erros cruciais ao ascender ao poder: o primeiro foi se aliançar com partidos tradicionais, o segundo se deixar seduzir pela corrupção que cria atalhos para à permanência indefinidamente no poder.

Os políticos que estão sendo expurgados da vida pública pela Operação Lava Jato são integrantes de oligarquias que há mais de meio estão no poder. Como as dos Alves e dos Maias nos estados do Rio Grande Norte e Rio de Janeiro, Sarney no estado do Maranhão e Calheiros no estado de Alagoas.

Ainda é uma incógnita se a Operação Lava Jato contra o establishment é um fenômeno passageiro ou se representará um primeiro passo contra o patrimonialismo, o clientelismo, o assistencialismo e o paternalismo na política, tão arraigado no Brasil.
Postar um comentário