quarta-feira, 6 de julho de 2016

A corrupção como manifestação cultural



O corrupto no Brasil é exaltado e aplaudido e tido como herói nacional, sobretudo, quando ele é um benfeitor na sua comunidade ou um benemérito de um grêmio recreativo. De uma escola de samba, por exemplo.

Várias são as formas de expressar as nossas culturas na TV, na literatura, na música, na dança e em outras muitas atividades humanas.

A corrupção no Brasil é um componente da nossa cultura política e que de tão enraizada na vida nacional, extirpa-la é uma luta quase impossível, haja vista, a sua enorme capacidade de regeneração, penetração e contaminação da sociedade brasileira.

A corrupção é uma atividade tão presente no cotidiano do povo brasileiro, que ela já está quase que institucionalizada em nosso país. Isso quer dizer que a corrupção está em toda parte e que todos nós estamos sujeitos a sermos corrompidos, seja por uma ambição desregrada ou pela pressão e intimidação exercida pelos corruptores, sobre quem lhes possa prestar um serviço.

A corrupção no Brasil é encarada com tanta naturalidade - que o político que continua pobre, após ocupar a chefia do Poder Executivo, seja em que nível for, é tomado com uma pessoa besta ou burra. Nunca como uma pessoa honesta.

Os filhos dos corruptos por andarem em carrões dirigidos por motoristas vestidos a caráter, são admirados e respeitados na comunidade que frequentam. Poucos são os filhos de corruptos que sofrem coerção social por serem filhos de quem são.

Por Joachim Arouche
Postar um comentário