segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Cunha caiu no esquecimento e no ostracismo político


O outrora todo poderoso, o deputado federal afastado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com o passar dos dias vai caindo no esquecimento do povo brasileiro e ainda neste mês, esse ex-presidente da Câmara Federal deverá ser cassado. O que o colocará mais ainda no ostracismo. E é ai que reside o perigo.

Após Eduardo Cunha ser cassado e com a sua vida política liquidada deverá partir para a retaliação, como partiu o ex-senador Delcídio do Amaral ao se sentir abandonado. O ex-senador pelo estado do Mato Grosso caiu, mas caiu atirando e fazendo vítimas, como o ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva, a presidenta afastada Dilma Rousseff e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) que a qualquer momento poderá virar réu no STF.

Cunha sabe muito sobre o PMDB e os peemedebistas e ao se sentir irremediavelmente perdido não terá nenhum pudor em denunciar seus ex-companheiros como fez o ex-senador e ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado que ao revelar as gravações feitas com figurões da república provocou a queda de dois ministros num espaço de duas semanas.

Eduardo Cunha é um grande arquivo vivo e explosivo. Quem viver verá!
Postar um comentário