quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Decisão de Niéde Guidon é reversível




Quase três meses após a visita do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho ao Parque Nacional da Serra da Capivara, a aerqueóloga e presidente da Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), Niède Guidón, anunciou a paralisação dos serviços no parque a partir desta quarta-feira.

Caso o ministério do Meio Ambiente renove o contrato de cogestão entre a FUNDHAM e o ICMBIO, a arqueóloga Niéde Guidon deverá rever sua decisão para o bem desse importante patrimônio da humanidade, para os municípios que formam esse parque, para o estado do Piauí e para o Brasil.   

É óbvio que a presidenta da Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), a arqueóloga Niéde Guidon não é insubstituível, porque ela não é imortal, mas ninguém imagina a conservação e manutenção do Parque Nacional da Serra da Capivara sem o seu comando. A não ser que ela já venha preparando alguém da sua confiança para substituí-la.  
Postar um comentário