sábado, 3 de setembro de 2016

Lula: o político que virou suco

O ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva, está sendo esmagado pelo establishment que ele preservou, ao se sentir parte da ordem social estabelecida.

Lula, ao ascender politicamente e socialmente, perdeu contato com suas raízes, aburguesou-se e em determinado momento do seu apogeu político, julgou-se um membro das elites política e econômica. Um erro na sua avaliação, porque ele não tem o pedigree de um paulista quatrocentão, de alguém que nasceu e se criou na Avenida Paulista. Quatrocentão é um termo usado para designar os membros das famílias paulistas de quatrocentos anos e designa também a elite paulista tradicional, ou seja, a aristocracia e oligarquia paulista.  

Como um outsider à sociedade paulistana, o ex-retirante Luís Inácio Lula da Silva, acabou sendo vítima da sua ousadia, por querer penetrar num mundo que lhe é estranho e hostil. E essa oportunidade para que “esse que intruso” nordestino fosse mandado de volta à sua antiga condição, foi oferecida aos seus detratores pela revelação dos escândalos do Mensalão e do Petrolão.
   
O sobrevivente Lula está sendo ‘triturado e amassado no liquidificador’ das elites que um dia ele se julgou membro.

Por Joachim Arouche
Postar um comentário