terça-feira, 25 de outubro de 2016

Tal & Qual!




O governo do presidente Michel Temer, em tudo guarda muita semelhança com o governo da presidenta Dilma Rousseff; a começar pela política de ajuste fiscal e a reforma previdenciária, uma reprodução das políticas econômicas dos ex-ministros da Fazenda, Joaquim Levy e Nelson Barbosa.

O governo Temer para garantir o número de votos necessários para a aprovação de qualquer projeto, como fazia Dilma Rouseff, demite ‘ministros parlamentares’ para depois readmiti-los, após a votação de interesse do governo. “Tudo como antes no quartel de Abrantes”.

Uma pouco nada sutil diferença se percebe entre o último governo do Partido dos Trabalhadores (PT) e o governo do PMDB que são os jantares e coquetéis oferecidos pelo Palácio Alvorada aos deputados e senadores, toda vez que vai ser votado um projeto ou emenda do interesse do Palácio do Planalto. O que já virou uma marca registrada do governo Temer e que vem sendo seguida pelo seu fiel aliado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também para conquistar votos de deputados e senadores pelo estomago.   

O toma lá dá cá no governo Temer nem se fala, porque está sendo levado às últimas consequências e de maneira a mais despudorada possível.
Postar um comentário