segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O PT precisa ser reconstruído



O petista histórico Valter Pomar, já muitas vezes candidato à presidência do Partido dos Trabalhadores (PT), vai levar para 6º Congresso Nacional da legenda, marcado para abril, a seguinte proposta: a criação de uma comissão especial de investigação para apurar denúncias de enriquecimento pessoal de filiados envolvidos em casos de corrupção.

Essa é uma das tentativas de petistas fundadores de tentar reconstruir um partido. Se nada for feito no sentido de melhorar a sua imagem junto à opinião pública brasileira, tende a vir a se tornar um partido minúsculo, assim com o DEM que, só nas últimas eleições municipais, experimentou uma pequena recuperação. O DEM, ex-PFL que teve nas suas fileiras políticos da “envergadura” dos ex-senadores Antônio Carlos Magalhães (ACM), Marco Maciel e Jorge Bornhausen.   

O nível de comprometimento de petistas com malfeitos é assustador e isso depõe contra um partido que foi fundado para promover uma ruptura com o atraso, com a política velha, com os coronéis da política nacional e os políticos corruptos e que acabou não fazendo, preferindo se aliar com o que antes combatia.   

Ou o PT se reconstrói ou ficará no limbo da histórica da política nacional.
Postar um comentário