quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

O PT virou elite e se distanciou das suas bases sociaise



A alteração na natureza das relações do PT com os movimentos sociais e o abandono das bandeiras de mudanças foram mais decisivas para o baixo desempenho do partido nas urnas nas últimas eleições do que os escândalos de corrupção. Em nome da governabilidade o PT se desligou das suas bases de origem.

Um partido que se originou das bases sociais e depois migrou para as elites, está fadado a perder sua identidade. Pois foi exatamente isso que aconteceu com o Partido dos Trabalhadores (PT), ao ascender ao poder e passar a considerar-se um partido das elites.  

No estado do Piauí, o governador Wellington Dias, no seu atual governo, prestigia com cargos, peemedebistas, progressistas e petebistas muito mais do que os quadros do seu partido de origem. No município de São Raimundo Nonato, localizado no estado do Piauí, os melhores cargos estaduais foram todos entregues ao PMDB e ao PP.

O Hospital Regional Senador Candido Ferraz, por exemplo, foi entregue de porteira fechada para o PMDB. Petista prestando serviço nesse hospital, só limpando o chão. Para ser mais preciso, executando serviço de faxineiro. Nada contra essa nobre e necessária profissão.  

Postar um comentário