segunda-feira, 27 de março de 2017

Firmino Filho e o PSDB não tem capilaridade estadual




A disposição do prefeito de Teresina, Firmino Filho em disputar a sucessão estadual em 2018, esbarra na falta de capilaridade do pretendente e do seu partido, que já tentou eleger o ex-prefeito de Teresina, o médico Silvio Mendes governador e fracassou, pelo fato, de tanto o candidato como o seu partido não serem conhecidos fora da capital.

O prefeito de Teresina, só terá alguma chance de suceder o atual governador, se conseguir o apoio do PMDB, o que é pouco provável, haja vista, o PMDB nacional já ter se decidido pela candidatura do advogado João Henrique Sousa.

Firmino Filho, para viabilizar o seu projeto político, vai precisar de um bom tempo de televisão no horário eleitoral, o que qualquer candidato só consegue se tiver na sua coligação, grandes partidos. Contar com apoio de grandes partidos é improvável, porque o PMDB e o PT vão ter candidaturas próprias. Só restando a pré-candidato Firmino Filho, o apoio do PP, o que não representa muito no tabuleiro político piauiense.
Postar um comentário