quinta-feira, 16 de março de 2017

Nenhum trabalhador faz greve por esporte

Morreu na contramão atrapalhando o tráfego”. (Chico Buarque)

Nenhum trabalhador gosta de fazer greve, mas, a greve é necessária, porque é a única arma de que dispõe o trabalhador na sua relação (enfrentamento) com o empregador e o capital. É que sem poder de pressão, o trabalhador não consegue obter nenhuma conquista na mesa de negociação.

A greve, em que pese ser uma conquista dos trabalhadores nos regimes democráticos, ela é muito desgastante e implica em sérios riscos para o trabalhador, como ser demitido, após o encerramento da greve.  Em última análise, a greve é um recurso extremo e estressante.

Uma coisa absurda

O apresentador da Bande News, Rafael Colombo, de cima da sua servidão extrema, teve o desplante no dia de ontem (15/03), de sugerir aos sindicatos que façam greve nos dias santos, feriados e finais de semana, para não atrapalhar o transito. Essa é a voz do patrão na imprensa. Eu só quero ver, quando ele receber o cartão vermelho do grupo Bandeirantes.  
Postar um comentário