quarta-feira, 15 de março de 2017

Governo Temer foi atingido em cheio pela lista de Janot



Quando a economia começa a esboçar uma reação tímida é verdade, o governo Temer sofre um abalo sísmico de grande proporção, com a divulgação da segunda lista do Ministério Público Federal (MPF).  

O governo do presidente da república Michel Temer, foi atingido em cheio pela segunda lista do procurador-geral da república (PGR), onde constam os nomes de cinco ministros, sendo dois do PMDB, dois do PSDB e um do PSD.

O presidente Temer que tenta de todas as maneiras, manter de pé o seu governo, dificilmente terá forças para suportar esse duro golpe desferido MPF. Temer que além dos problemas administrativos que tem que resolver, ainda tem que se preocupar com o processo de cassação da chapa Dilma-Temer, que caminha para o seu desfecho final. E tudo indica que o resultado desse processo não lhe será favorável.

O Brasil vive um momento muito turbulento e a Democracia brasileira, que como disse Janot, está tomada pela corrupção.

Além do governo, a lista de Rodrigo Janot atingiu o coração do maior partido brasileiro, o PMDB, que é o partido do governo. Nomes como os dos ministros chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, do secretário geral do governo, Moreira Franco e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), abrem a segunda lista do PGR, Rodrigo Janot. Todos peemedebistas.    
Com o coração do governo atingido mortalmente e o PMDB ferido de morte, fica ainda mais difícil para o presidente Temer tocar sua agenda. 
Postar um comentário