terça-feira, 28 de março de 2017

Prisão de Adriana Ancelmo é uma gaiola de ouro

É como está sendo chamada a prisão domiciliar de Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ambos presos, sob a acusação de práticas de corrupção durante os governos deste último.

A prisão domiciliar de Adriana Ancelmo, concedida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), sob a alegação de que essa presa tem dois filhos menores que necessitam cuidados e assistência dos pais, agride a consciência nacional.

A decisão da ministra do STJ de conceder prisão domiciliar para Adriana Ancelmo, foi sob a condição de que ela não se afaste do apartamento de “luxo” que possui no bairro do Leblon na cidade do Rio de Janeiro e de que ela não tenha acesso ao mundo exterior através de telefone e Internet.

A prisão domiciliar concedida a Adriana Ancelmo, está sendo comparada a prisão do traficante colombiano Pablo Escobar, conhecida como Catedral, dotada de conforto só comparado aos de hotéis cinco estrelas.

No Brasil é assim mesmo, os ricos quando são presos, lhes são permitidas muitas regalias como visitas fora do dia e hora determinados e prisão domiciliar.

Prisão domiciliar não é prisão é um Spa.
Postar um comentário