sábado, 8 de abril de 2017

A poesia segundo Leonardo Cohen



Silenciados

Tremendo sem parar
Escondidos em meio ao sangue –
Fanáticos chocados
Enquanto testemunhamos uns aos outros
A velha atrocidade
A velha e obsoleta atrocidade
Que levou para longe
O apetite ardoroso do coração
E acanhou a evolução
E vomitou preces.

Leonardo Cohen foi um poeta, compositor, cantor e músico canadense.
Postar um comentário