quinta-feira, 11 de maio de 2017

Nós somos campeões mundiais em cinismo



O cinismo talvez seja a nossa cultura mais forte e consolidada. No Brasil mente o político, mente o pastor, mente o empresário, mente o cidadão comum, a dona de casa mais recatada e as nossas autoridades constituídas. Como dizia o dramaturgo, escritor e jornalista esportivo, Nelson Rodrigues “Só o cinismo redime um casamento. É preciso muito cinismo para que um casal chegue às bodas de prata”.   

No momento atual, o cinismo está sendo levado às últimas consequências em nosso país, porque é um salve-se quem puder de uma onda gigante de escândalos que está a ameaçar a república brasileira.

Cinismo e cara de pau, dá no mesmo, pois tudo é atrevimento, sem-vergonhice e descaramento. E é isso o que nós somos, observando é claro as exceções de praxe ou as honrosas exceções.

No Brasil até os criminosos condenados pela justiça se dizem inocentes. No Brasil até o político mais corrupto se julga inocente. No Brasil o padre e o pastar mentem descaradamente para as ovelhas ao prometerem o paraíso celestial e a garantirem a existência de um ser sobrenatural.
Postar um comentário