quinta-feira, 25 de maio de 2017

Renan Calheiros abandona o barco de Temer



O senador e líder do PMDB no Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) ao adotar uma posição crítica em relação ao governo Temer, começou uma viagem sem volta. Pelo menos no que se refere ao governo federal.

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, fez uso da tribuna do Senado nesta quarta-feira (24/5) para, mais uma vez, fazer críticas ao presidente Michel Temer, como ao criticar o decreto presidencial que ordenou que as Forças Armadas garantissem a segurança na capital federal que classificou com um ato insano e irresponsável.  

Ontem mesmo o líder do governo no Senado, e presidente do PMDB, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) reagiu às críticas de Renan Calheiros ao usar a tribuna do Senado, jogando a responsabilidade pela onda gigante de escândalos que ameaça engolir o país - na conta dos governos Lula e Dilma.

O discurso do senador Renan Calheiros, foi aplaudido até por petistas que viram no seu discurso, um posicionamento muito próximo dos que fazem oposição ao governo Temer. O senador Renan Calheiros praticamente aderiu à oposição, assim como o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) que embora mantenha um discurso que não poupa os governos do PT e o seu partido faça parte da base aliada do governo Temer, faz oposição sistemática ao governo do PMDB. 

Renan Calheiros e Ronaldo Caiado neste momento engrossam o coro daqueles que fazem oposição ao governo de Temer & Cia. 
Postar um comentário