terça-feira, 6 de junho de 2017

Perguntas embaraçosas e amigos próximos


Rocha Loures: o primeiro da esquerda para direita
A situação do presidente Michel Temer a cada dia que passa torna-se mais complicada e com um fim previsível. O fim de um governo sem apoio popular, sem apoio político e sem condições para concluir as reformas trabalhista, previdenciária e política.

Hoje acontece o julgamento da chapa Dilma-Temer que poderá defenestrar do poder o presidente Temer. Antes desse julgamento tão esperado, Sua Excelência o presidente da república Michel Temer, já tinha recebido da Polícia Federal (PF) um questionário com 81 perguntas no mínimo embaraçosas para um chefe da nação.  

O presidente Temer que com a prisão de suplente de deputado federal Rodrigo Rocha Loures, vem passando por momentos muito difíceis, pois trata-se, de uma pessoa muito próxima e de extrema confiança do presidente. Não por acaso, Rocha Loures, antes de ser preso ocupava uma das salas do terceiro andar do Palácio do Planalto, um lugar ocupado só por assessores do presidente da república.  

A situação de Temer é extremamente delicada, para dizer o mínimo. Até quando Michel Temer resistirá a esse bombardeio de más notícias?

A propósito, acaba de ser preso na sua residência na cidade de Natal, o ex-ministro do Turismo do governo Temer, o político potiguar, Henrique Eduardo Alves.
Postar um comentário