sábado, 31 de janeiro de 2015

Chapa governista recua

Depois de anunciarem que caso não houvesse a desistência do candidato a presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themistocles Filho (PMDB), seria apresentada uma chapa completa quebrando o acordo entre todos os partidos da Casa, os governistas recuaram da ideia após o anúncio das candidaturas de Marden Menezes (PSDB), Wilson Brandão (PSB) e Edson Ferreira (PSD) para os cargos de 1º vice-presidente, 1º Secretário e 4º vice-presidente, respectivamente.

Os governistas voltaram atrás diante do alto risco de ficarem sem nenhuma posição estratégica na Mesa Diretora, já que além da disputa entre os candidatos a presidente, que segue indefinida, era dada como certa a derrota dos governistas Firmino Paulo, Fernando Monteiro e Georgiano Neto nas demais disputas.

A desistência da manobra governista se confirmou após a comunicação pelo deputado Luciano Nunes (PSDB) de que votaria na candidatura de Marden Menezes para 1º vice-presidente e do pedido de Fernando Monteiro, que não queria concorrer com Wilson Brandão para o cargo de 1º secretário. 

Assim será respeitado o acordo assinado entre todos os partidos na última segunda-feira, 26, com disputa apenas para o cargo de presidente.

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz
Postar um comentário