domingo, 8 de fevereiro de 2015

Expectativa gera a ansiedade que nos consome

As grandes datas, as grandes festas e os grandes lançamentos criam expectativa que reduzem o tempo e fazem com que os nossos tempos de vida encolham, como por enquanto.

A festa do padroeiro, o reinado de momo, os festejos juninos, as festas natalinas, as festas de final de ano, a Copa do Mundo, as Olimpíadas, o calendário de Formula Um, o recebimento do salário no final do mês, os campeonatos de futebol e as eleições me fazem viver num eterno clima de expectativa. E na pressa de que as coisas aconteçam, o tempo passa veloz e o saldo de uma vida movida por uma ansiedade sem fim é a velhice que chega sem notarmos e tragédia final: a morte.

De repente fiquei velha e descubro que eu não tenho mais futuro e que a expectativa é um grande mal, assim como as drogas que nos transportam para um mundo irreal e que não nos permite ver o tempo passar naturalmente.

As emissoras de televisão estão anunciando o início de novas programações para o mês de março, depois que o carnaval passar. Diariamente nós tomamos verdadeiras overdoses de expectativa.


Tomazia Arouche

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz
Postar um comentário