quinta-feira, 5 de março de 2015

Muitos nordestinos fizeram o caminho de volta

À micro-região de São Raimundo Nonato, compreendida pelos municípios de São Braz, Fartura, Cel. José Dias, Dom Inocêncio, Dirceu Arcoverde, Anísio de Abreu, Caracol e São Lourenço e o próprio município de São Raimundo Nonato, até o ano de 2002 era uma grande exportadora de mão de obra não especializada para a região Sudeste e Centro-Oeste. Mas com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da república, essa situação começou a se inverter, porque com a ampliação dos programas sociais,  que melhorou substancialmente a distribuição de renda neste país, a região Nordeste começou a crescer, principalmente, no ramo da construção civil que absorve grande parte da mão de obra não especializada e semi-especializada.

No município de São Raimundo Nonato eu encontrei numa obra, seis trabalhadores, sendo que desses seis, quatro são egressos da construção civil do estado de São Paulo, como o pedreiro Hermano Ribeiro Souza que reside na localidade de São Victor e trabalha na sede do município de São Raimundo Nonato e confessa que hoje em dia o nordestino para sobreviver não precisa mais migrar para as regiões Sul e Sudeste, graças aos governos petistas de Lula e Dilma Rousseff.

O mestre de obra Alcides Ferreira Ribeiro é outro nordestino e sanraimundense que retornou à sua terra, graças às políticas sociais dos governos petistas. Alcides que tem três filhos, todos formados pela UESPI e UNIVASF. O mesmo afirma ser eleitor do Partido dos Trabalhadores (PT), porque segundo ele, sem o PT no governo ele não teria permanecido no seu estado e os seus filhos não seriam portadores de curso  superior.

O pedreiro Lídio Paes Ferreira, natural do município de São Lourenço, que também fez o caminho de volta se confessa eleitor do ex-presidente e justifica: ”Voto em Lula e em quem ele pedir, porque ele foi ate hoje o melhor presidente que o Brasil já teve”. Alcides vai além: “Lula foi o presidente dos pobres”.      

Siga o blog Dom Severino no Twitter, no Facebook e no PortalAz  
Postar um comentário